Prepare-se!


Programação Oficial

Crianças lendo HQs

Auditório Mateus Gandara

Espaço onde acontecem BATE-PAPOS, DEBATES e ATIVIDADES INTERATIVAS | Algumas atividades precisam de retirada de senha antecipada. Informe-se na secretaria do evento.

Já é uma tradição do Festival Internacional de Quadrinhos homenagear artistas que não estão mais entre a gente, mas que marcaram a história do universo das HQs. Mateus Gandara artista plástico e ex aluno do Departamento de Artes Visuais da UNB. Contribuiu com a produção independente de histórias em quadrinhos autorais. Trabalhou durante três anos como ilustrador. Foi professor de desenho e pintura durante três anos na escola de desenho e pintura do artista plástico autodidata Amílcar Mendes, no I.A.A.M. (Instituto de Artes Amílcar Mendes). Também foi coordenador do grupo de estudos de desenho, com modelo vivo, do Departamento de Artes Visuais da UNB. Faleceu, aos 28 anos, em 2015, em decorrência de um linfoma que tratava há seis anos.

Veja a programação

Praça Cartunista Afo

Espaço onde acontecem AUTÓGRAFOS e LANÇAMENTOS | Algumas sessões de autógrafos precisam de retirada de senha antecipada. Informa-se na secretaria do evento.

A Praça Cartunista Afo é uma homenagem ao artista mineiro Afonso Celso Duarte (que assinava seu trabalho como Afo). Nasceu em Araguari, no Triângulo Mineiro, em 3 de agosto de 1942. O primeiro emprego em periódicos foi em O Diário, no fim da década de 1960, e, em seguida, foi para o Diário de Minas. Nos anos 1970, foi colaborador do Humordaz. A primeira charge em Esportes foi publicada em 1984. Nas três décadas seguintes publicou, diária e religiosamente, a tirinha que tratava do esporte mineiro, sobretudo do dia a dia de Atlético, Cruzeiro e América – seu time do coração. Por volta de 2000, em exame de rotina, descobriu que portava hepatite C, contraída em transfusão de sangue, quando tratava de pneumonia no pulmão direito. Em 2014, deixou de se dedicar às tirinhas para cuidar da saúde. Faleceu no mesmo ano, às vésperas de completar 30 anos na função e de sua oitava Copa do Mundo como chargista do Superesportes.

Veja a programação


Mesas

Crianças lendo HQs

O evento conta com 122 mesas voltadas para a produção independente.

Veja os detalhes de todas as mesas


Estandes

O FIQ 2015 recebe 32 estandes de editoras, livrarias, escola de quadrinhos e grupos de quadrinistas.

Saiba quais são os estandes:

Quadrinhópole Editora Draco Quad-Hamster 10 pãezinhos
Fictícia Editora Narval Ugra Pressa & Marcatti Balão Editorial/Zarabatana Books
Marsupial/Aquário Creuza Crânio Quadrinhos Petisco
Venus Press A Bolha l Beleléu l Lote 42 | Prego Editora Devaneio Café Nanquim
Lê Quadrinhos Quadrinhos do Triângulo Casa dos quadrinhos Comix Trip
Jambô Editora 23 Leitura Savassi Comix BIMBO Groovy
Editora Mino Casa da Revista Editora Nemo Chiaroscuro Studios
Múltipla Escolha Editora Miguilim Cosmic

Veja a programação

Espaços e Atividades

Aquário de podcast

O FIQ reserva um espaço para que a imprensa especializada possa realizar, com equipamento profissional, sua cobertura do evento.


Demo

Roteiristas, desenhistas, arte-finalistas e coloristas demonstram seus processo de trabalho ao vivo


Duelo HQ

A atividade, que teve início na Gibicon de Curitiba, coloca dois quadrinistas frente a frente para uma disputa de desenhos. Vence o escolhido pelo público.


Faísca - Mercado Gráfico

No dia 14, sábado, em frente a Serraria Souza Pinto, 45 expositores participam da feira debaixo do Viaduto Santa Tereza. Clique aqui para acessar o evento.


Gibiteca

Parte do acervo da Gibiteca Antônio Gobbo, da Biblioteca Infantil e Juvenil de Belo Horizonte, estará disponível para leitura do público. São centenas de títulos dos mais variados gêneros.


Oficinas

São dezenas de oficinas tanto básicas, voltadas para o público em geral, como as específicas, direcionadas aos profissionais de quadrinhos. Clique aqui para saber mais sobre as oficinas específicas


Oubapo: improvisação em quadrinhos

Cinco quadrinistas produzem juntos cinco páginas de quadrinhos ao vivo


Rodada de Negócios

Durante o FIQ 2015, em parceria com o SEBRAE/MG e apoio do SESC/MG, acontece a Rodada de Negócios de Quadrinhos. Nos dias 12 e 13 de novembro, das 9h às 14h, os quadrinistas vão ter seu trabalho avaliado e comentado. Os editores e agentes, por sua vez, terão acesso a um grupo de artistas que a cada edição do Festival cresce, se profissionaliza e busca meios de difundir o que faz. Após inscrições, foram selecionados diversos artistas participantes.


Traço – música e desenhos ao vivo

Duas noites de programação gratuita compõem festa oficial do FIQ 2015. Nas noites de 13 e 14 de novembro, sexta e sábado, o Sesc Palladium recebe o Festival Traço – música e desenhos. Trata-se de performances conjuntas de bandas e desenhistas, que criam ilustrações ao vivo, projetadas na hora em telão. Os eventos acontecem a partir das 22h no Foyer Augusto de Lima.

Entre os ritmos apresentados pelas bandas estão jazz, hip hop, ska, música psicodélica e rock. A programação traz quadrinistas e ilustradores, que usam técnicas variadas, como aquarela e colagem. São três performances em cada noite. Os eventos também oferecem bancas para a exposição e venda de produtos gráficos.

Com foco na produção local, Traço recebe convidados de fora do estado pela primeira vez. A banda do músico do interior paulista Rafael Castro se apresenta com o artista visual belo-horizontino Conrado Almada e o desenhista paraibano Shiko divide o palco com o conjunto mineiro Absinto Muito. Todas as outras atrações envolvem performances conjuntas de artistas de Minas Gerais. Como mestre de cerimônias e DJ do festival, Traço recebe a artista minera Paloma Parentoni (Palomita DJ).